Publicações e Eventos

Alteração no CPC facilita o uso de documentos eletrônicos como títulos executivos

Lei traz mais segurança jurídica ao reconhecer documentos eletrônicos como títulos executivos.

 

A Lei 14.620/23, publicada no Diário Oficial da União em 14 de julho de 2023, traz uma importante alteração no art. 784 do Código de Processo Civil, ao incluir um parágrafo que

 

(i) reforça o entendimento de que documentos firmados por qualquer modalidade de assinatura eletrônica prevista em lei são títulos executivos extrajudiciais; e

(ii) dispensa a necessidade de assinatura de testemunhas quando a integridade do documento puder ser conferida por provedor de assinatura.

 

Essa alteração legal simplifica o uso de documentos eletrônicos e confere maior segurança jurídica ao visar encerrar uma discussão jurisprudencial sobre a exequibilidade de documentos assinados eletronicamente.

 

O inteiro teor do parágrafo adicionado é o seguinte: “4º: Nos títulos executivos constituídos ou atestados por meio eletrônico, é admitida qualquer modalidade de assinatura eletrônica prevista em lei, dispensada a assinatura de testemunhas quando sua integridade for conferida por provedor de assinatura.”


   

Leia também:
 

  • Arbitragem expedita, uma nova realidade?
    Tais procedimentos são mais curtos e, por consequência, menos custosos. Mas vale a pena optar pelo procedimento arbitral expedito?
  •  

  • Administrador Judicial na Falência em caso de desaparecimento/deterioração de bens – STJ decidiu que, em processos falimentares o Administrador Judicial, de forma subjetiva e solidária ao depositário dos bens, responde pelos prejuízos gerados à Massa Falida.
  •  

  • SNIPER: O novo sistema de “caça ativos” – O Conselho Nacional de Justiça desenvolveu o Sistema Nacional de Investigação Patrimonial e Recuperação de Ativos – SNIPER, visando a permitir maior eficiência às pesquisas de bens e reduzir bruscamente tempo e gastos com a localização de ativos.
  •  

  • Responsabilidade civil pré-contratual – Daniel Shingai, associado do time de Contencioso Cível do Pinheiro Guimarães, ministrou aula em curso da Rede de Direito Civil Contemporâneo sobre o tema da responsabilidade civil pré-contratual.
  •  
    Confira mais artigos e notícias sobre Contencioso Cível e Arbitragem, clicando aqui.
    Principais Artigos e Boletim Legislativo em nossa newsletter mensal, confira clicando aqui.

    Limpar Ver Todos

    Últimas Notícias e Artigos

    Notícias Jurídicas

    Mantenha-se atualizado com as principais notícias e artigos!

    Receba Nosso
    Mailing